No-show. O que acontece se o passageiro perder o voo?

no show o que fazer

O que significa “No-show”?

O No-show é o termo utilizado para denominar a situação em que um passageiro com passagens confirmadas, não comparece ao embarque sem aviso prévio. Acontece quando o passageiro não faz check-in ou mesmo quando ele faz check-in, mas não embarca no avião.
Certamente você já deve ter ouvido a expressão “No-show” quando o assunto é embarque, cancelamento, alterações de passagem, etc. A frase vinda do inglês pode ser traduzido como “não compareceu”.

Classificações de No-show

O No-show pode ser classificado em dois tipos:

No-show voluntário:

Acontece quando o passageiro não comparece ao balcão de embarque e não solicita o cancelamento prévio da reserva. Neste caso ele provavelmente terá que arcar com a despesa de taxas.

No-show involuntário:

Quando o passageiro não embarca por motivos alheios a sua vontade, quando acontece o overbooking (superlotação do voo), por exemplo, ou quando tem embarque negado pela empresa aérea por outros motivos. Neste caso pode estar passível de indenização.

perder voo no show

Se perder o voo terei prejuízos financeiros?

Fica entendido que quando um passageiro não comparece ao voo marcado e não comunica a companhia aérea com antecedência, a empresa perde a oportunidade de vender o assento para outro viajante. Por isso, quando o No-show acontece, uma taxa é gerada ao cliente, independente do motivo o atraso.

Mas fique atento, na maioria das vezes a taxa cobrada possui um valor abusivo e caso você se sinta lesado poderá buscar na justiça de maneira prática e simples a reparação desse prejuízo, saiba mais clicando aqui.

O que fazer ao perder um voo?

Se o passageiro chegar ao aeroporto, mas não a tempo de embarcar, pode dirigir-se ao balcão da companhia responsável e verificar a possibilidade de ser encaixado no próximo voo disponível, lembrando que terá que arcar com a taxa de No-show por ter perdido o voo agendado.
No caso de o passageiro perder o voo e optar por reembarcar em um próximo, os idosos, gestantes, mulheres com crianças de colo pessoas com deficiência têm prioridade.
O passageiro também pode solicitar o cancelamento e reembolso dependendo do tipo de passagem que ele adquiriu. O reembolso também está sujeito ao desconto das taxas.

Como é feita a cobrança de taxas?

Geralmente as passagens mais baratas dão origem a taxas mais caras. Enquanto as passagens mais caras podem extinguir a multa para no-show e oferecer o valor integral da passagem de reembolso.
As passagens promocionais podem não dar direito a reembolso, no momento da compra é preciso atentar-se as condições do serviço promocional a ser contratado.
Os valores cobrados em taxa devem consistir em uma porcentagem do que foi pago pelas passagens. Jamais devem exceder o valor pago.

As taxas das principais companhias aéreas brasileiras

gol no show

No-show Gol:

Para bilhetes comprados pelas tarifas Promo, Light, Plus e bilhetes Smiles o passageiro precisa comunicar a perda do voo dentro de 1 hora após o horário previsto para o voo original para que seja encaixado em um novo. A taxa a ser paga é de R$350,00 ou 100% da tarifa (o que for menor). O cliente será encaixado no próximo voo se houver um próximo no período de 6 horas após o acontecimento do No-show. Se não houver voo neste período, o passageiro estará sujeito a taxa de remarcação cobrada de acordo a tarifa adquirida.
Para bilhetes emitidos na tarifa MAX não há cobrança de taxas.

azul no show

No-show Azul:

A taxa para perda de voo na Azul é fixa no valor de R$350,00 ou 100% da tarifa aérea, considera-se o valor que for menor. Aplica-se também a diferença tarifária entre a passagem original e o novo voo.
No caso de bilhetes emitidos com pontos Tudo Azul será cobrada a taxa de R$350,00 e a diferença de pontuação entre o voo original e o novo.

latam no show

No-show Latam:

Caso você perca o voo mesmo que tenha feito o check-in antes, poderá remarcar o voo considerando as taxas de remarcação. As taxas são variáveis de acordo a tarifa adquirida. Confira:

  • Tarifa TOP: haverá cobrança de diferença tarifária entre o voo original e o novo voo.
  • Tarifa Plus: Além da cobrança da diferença tarifária será cobrada uma taxa de R$340,00.
  • Tarifa Light: É cobrada a taxa de diferença na tarifa e a taxa de remarcação que custa R$360,00
  • Tarifa Promo e Latam Pass: Neste caso não é possível a remarcação ser realizada após a saída do voo. Será necessário comprar novo bilhete.

Quais práticas posso considerar abusivas?

Se a taxa cobrada for maior que o valor pago pela passagem, a prática é configurada como abusiva e a companhia fica suscetível ao pagamento de indenização ao cliente.
Outra prática comum, mas não adequada é quando o passageiro perde o voo de ida e a companhia cancela automaticamente a passagem de volta. Essa é uma prática ilegal, segundo o Supremo Tribunal de Justiça- STJ e passível de indenização, considerada uma violação do artigo 39 no Código de Defesa do Consumidor.
Algumas aviações podem fazer isso com o objetivo de lucrar e não reembolsar o cliente por completo como se as passagens fossem pacote único. No entanto essa prática configura venda casada que é expressamente proibida pelo Código de Defesa do Consumidor.
Ainda que exista cláusula no contrato do serviço que condicione o passageiro a esta condição de cancelamento esta cláusula é considerada abusiva e o cliente pode reivindica-la e requerer indenização da companhia caso essa prática seja aplicada.

praticas abusivas no show

Como ser ressarcido em caso de cobranças abusivas?

Caso alguma das situações consideradas ilegais tenha acontecido com você, saiba o que fazer para receber sua indenização preenchendo o formulário na página da Resolve Voo, clique aqui para saber mais. O preenchimento do formulário é gratuito, nele você irá descrever a situação e deixar suas informações de contato para que a equipe volte a falar com você apresentando a possível solução para o ocorrido e te ajudando a conquistar indenizações justas e/ou ressarcimentos.

Fique atento aos voos de conexão

Uma maneira mais prática de evitar possíveis prejuízos é dar preferência a bilhetes de conexão formados por uma mesma companhia. Alguns passageiros optam por comprar os bilhetes separadamente em diferentes companhias, o risco que há nisso é que se você perder o primeiro voo, consequentemente poderá perder o segundo a assim terá 2 prejuízos com taxa de No Show.
Outra dica é ficar atento a diferença de horário entre o primeiro pouso e a segunda decolagem. Se esse período de tempo for muito curto um pequeno atraso pode fazer com que você chegue atrasado para o segundo voo e perca a conexão.

voos de conexao no show

O que fazer ao perder o primeiro voo de uma conexão?

Segundo a ANAC quando o passageiro perde um dos vos de conexão em virtude de atrasos ou cancelamentos da própria companhia caberá à empresa oferecer assistência material, reacomodação em novo voo, reembolso integral ou disponibilizar outro meio de transporte para o destino se for possível.
Quando a conexão é formada pelo próprio passageiro, com bilhetes de reserva separados a empresa aérea não se responsabiliza pelos eventuais atrasos e perdas de voo.

dicas para evitar atraso no show

Dicas para não se atrasar e perder um voo

Apesar de haver a possibilidade de ser surpreendido por um imprevisto, os atrasos em maioria ocorrem por problemas que podemos evitar. Abaixo listamos alguns pontos para ficar atento e tentar evitar prejuízos com o No-show:

Preveja imprevistos de trânsito

Algumas cidades já possuem alto fluxo de trânsito então se programar pra sair mais cedo já é uma rotina. No entanto, em períodos de férias, feriados, datas de eventos, por exemplo, mesmo as cidades e vias com menos trânsito podem estar engarrafadas e nas capitais este fluxo pode estar ainda mais intenso que o normal. Programe-se para sair de casa garantindo que chegará ao aeroporto com antecedência.

Chegue com antecedência no aeroporto

Tenha em mente que é o ideal é estar no aeroporto com 2 horas de antecedência. Por mais que pareça muito tempo, algumas tarefas ainda serão realizadas no aeroporto, como despachar as malas, fazer o check-in e encontrar seu portão de embarque. As filas podem ser imprevisíveis.

Checagem de documentos

Antes de sair lembre-se de checar se está com todos os documentos necessários em mãos e guardá-los em lugar de fácil acesso, para não perder tempo procurando quando forem solicitados. A não apresentação de documentos recomendados pode resultar na negação do embarque.

Verifique também se as suas informações pessoais estão corretas na passagem adquirida, erros no nome, CPF ou RG podem atrapalhar os seus planos e fazer com que você perca o embarque resultando em no-show. Saiba mais como ajustar erros de informações pessoais em passagens nesse artigo, clique aqui.

Bagagem

Fique atento ao que pode e não pode ser embarcado, especialmente na mala de mão. Se houver itens proibidos você terá prejuízo ou terá que demandar mais tempo para reacomodá-los em outra bagagem.

passageiro digital anac no-show

Passageiro Digital

Uma boa maneira de evitar surpresas é estar bem informado sobre tudo. Por isso a ANAC disponibiliza a ferramenta Passageiro Digital, um canal com as informações mais importantes de saber antes de viajar.

Reivindique seus direitos

O site https://www.consumidor.gov.br está disponível para cadastrar suas reclamações assim como os canais de atendimento do Procon da sua cidade.
Solicitar sua indenização com um suporte profissional é bem fácil. Basta cadastrar sua reclamação também em nosso portal de atendimento e analisaremos as alternativas para garantir seus direitos.
As reivindicações podem ser feitas dentro de um período de até 2 anos após o ocorrido. Clique aqui e saiba mais.

No-show

ANACdireito do consumidorno-show

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

WhatsApp WhatsApp